Você conhece o Yoga Restaurativo?

O que acontece de fato quando relaxamos profundamente? Na entrega total, os músculos se soltam, a pressão arterial e os níveis de hormônios do estresse baixam, os batimentos cardíacos, a respiração e as ondas cerebrais se tornam mais lentos. Você já experimentou estas sensações estando acordado?

Todo este aquietamento do corpo e da mente traz grandes benefícios à qualidade de vida: induz a um sono mais restaurador, ajuda a reduzir a ansiedade, colabora na saúde do coração, no aumento da imunidade e vitaliza o sistema digestivo. Mas como atingir este estado com o dia-a-dia demasiadamente atarefado? Com o Yoga Restaurativo! Apenas 40 minutos de prática e seu organismo já vai começar a obter os benefícios.

O método é muito eficiente porque se baseia no acionamento do sistema nervoso parassimpático, o responsável pelo relaxamento das estruturas no nosso organismo. Desta forma, a prática foi elaborada para acessar pontos-chaves que o acionam, principalmente com o alongamento leve e prolongado com o uso de acessórios (almofadas, cobertores, blocos e cintos) para manter o corpo relaxado porém alinhado. Como em geral a vida nas grandes metrópoles é muito agitada e muito disto se deve ao excesso de estímulos externos - que acionam cada vez mais o sistema nervoso simpático, esta prática torna-se muito necessária para nos ajudar a voltar ao estado de calma e relaxamento necessário à manutenção da nossa saúde. 

Para entender melhor o que acontece: o sistema nervoso autônomo, que funciona involuntáriamente e tem por função regular o ambiente interno do corpo, controla a atividade dos sistemas digestório, cardiovascular, endócrino e excretório. Ele se divide em dois: o sistema nervoso simpático e o sistema nervoso parassimpático, que têm funções contrárias, antagônicas. Assim, um corrige os excessos do outro. Por exemplo, se o simpático acelera demasiadamente as batidas do coração, o parassimpático entra em ação diminuindo o ritmo cardíaco. O simpático, de modo geral, estimula ações que mobilizem energia, permitindo ao organismo responder a situações de estresse. Já o parassimpático estimula principalmente atividades relaxantes, como a redução da pressão arterial, dentre outras. 

E agora então, preparado para se entregar nas posturas, soltar o ar e não se identificar com as flutuações da mente?

Nenhum comentário: