Óleo de Lavanda para tratar

Cientistas da universidade da Romênia demonstraram, pela primeira vez, que os óleos essenciais de lavanda possuem capacidade neuro protetora quando empregados via inalação, podendo ser úteis na prevenção e no tratamento de algumas demências. A pesquisa observou que a sua inalação previne a morte dos neurônios devido a potente ação antioxidante e inibidora de danos ao DNA, além de reduzir a morte celular.

Os cientistas também demonstraram que exposições contínuas a este óleo podem efetivamente reverter déficits na formação da memória espacial comum em doenças como o Alzheimer. Já na Alemanha recentemente foi lançado um medicamento composto por cápsulas contendo 80mg de óleo de lavanda para o tratamento da desordem da ansiedade generalizada, uma vez que em estudos clínicos ele demonstrou ser uma alternativa tão eficiente quanto o medicamento Lorazepam (benzodiazepina) ainda com a vantagem de não ter os efeitos colaterais deste.


Mundialmente conhecida pelo seu aroma floral característico, a lavanda mostrou também grande potencial tranquilizante quando empregado via oral nos tratamentos de insônia, irritabilidade, depressão, desordens de pânico, fobias e bipolaridade.

Nenhum comentário: