Bálsamo da Copaíba é eleito o anti-inflamatório mais potente

Antigo conhecido das populações nativas da Amazônia como potente remédio para uma série de doenças, o bálsamo da copaibeira está cada vez mais na mira da comunidade científica. A novidade agora é um inovador estudo brasileiro que constatou que ele possui uma ação anti-inflamatória duas vezes maior que o encontrado no diclofenaco de sódio, um dos medicamentos mais utilizados no mercado.

O estudo, uma parceria entre a USP e a Fundação Oswaldo Cruz e que já teve seus resultados depositados para patente, apontou que a potência do óleo-resina extraído do tronco da árvore da Copaíba se mostrou maior porque com uma dose menor se obteve a mesma equivalência terapêutica do medicamento sintético.


Também mostrou não provocar irritação e ulceração gástrica, como ocorre com os anti-inflamatórios esteroidais como o ácido acetilsalicílico, o ibuprofeno e outros que, apesar de seus efeitos analgésicos e antitérmicos, provocam efeitos colaterais intensos. No caso do bálsamo os experimentos mostraram inclusive o contrário: seu uso terapêutico ainda confere certa proteção da mucosa gástrica. 

Com seus benefícios cada vez mais estudados e difundidos muito em breve a Copaíba se tornará a mais nova grande aposta da Fitoterapia para os próximos anos.

Nenhum comentário: